quarta-feira, 9 de março de 2016

Recordar o Caminho

Santiago, 9 de Março de 2014


Dois anos me separam deste momento. O momento em que, de sorriso aberto, recebi a minha compostelana na Oficina do Peregrino, em Santiago de Compostela. Susannam, Cidadã de Compostela.

Por várias vezes ouvi que o Caminho de Santiago era o caminho da busca do “eu interior”. No meu caso, porque sou teimosa e do “contra”, mais do que pensar, buscar ou tentar encontrar, obriguei-me a não pensar. É necessária muita disciplina para não pensar ao longo de 250 km em 5 dias. Rapidamente nos distraímos e começamos a pensar em algo.

Como nos dizia um dos corrigrinos do grupo que alinhou nesta fabulosa aventura, “é imperativo fazer o caminho - dificilmente teremos tanto tempo para nós próprios como temos ali". E que bem sabe ter tempo nos tempos de hoje!

2 comentários: